PABX: 16 3625.1814
16 3019.4993
16 9725.8939
www.matreimobiliaria.com.br Creci: J/17939

Ativa recomenda 12 fundos imobiliários para este mês

Ativa recomenda 12 fundos imobiliários para este mês

Entre os fundos recomendados estão o BTG Office Fund (BRCR11), CSHG Real State (HGRE11), Rio Bravo Renda (FFCI11), Faria Lima (FCFL11B) e Almirante Barroso (FAMB11B)
Por Gabriella D'Andréa

SÃO PAULO – A Ativa Corretora divulgou sua primeira carteira recomendada de fundos imobiliários para este mês com 12 indicações. Entre eles estão BTG Office Fund (BRCR11), CSHG Real State (HGRE11), Rio Bravo Renda (FFCI11), Faria Lima (FCFL11B) e Almirante Barroso (FAMB11B).

Confira a tabela com as recomendações da corretora para este mês:

Fundo Código Yield*
* Para 12 meses
AESAPAR AEFI11 9,1%
BTG Corporate Office Fund BRCR11 8,4%
Floripa Shopping FLRP11B 15,5%
CSHG Brasil Shopping HGBS11 7,9%
CSHG Real State HGRE11 8,2%
Polo CRI PORD11 10,3%
Rio Bravo Renda Corporativa FFCI11 8,1%
West Plaza WPLZ11B 8,3%
Rio Bravo Crédito Imobiliário II RBVO11 8,5%
Campus Faria Lima FCFL11B 8,6%
Edifício Almirante Barroso FAMB11B 5,5%
Mercantil do Brasil MBRF11 8,6%

Conheça mais sobre os fundos:

BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11): É um fundo que inaugurou uma nova fase no mercado de fundos imobiliários no Brasil. Dono do maior patrimônio dentre todos os fundos negociados na BM&FBovespa, ele é proprietário de importantes edifícios comerciais nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas. O fundo tem gestão ativa (compra e vende imóveis quando acha interessante) e política de distribuição de resultados direcionada a possibilitar reinvestimentos. Dentre seus imóveis, destacam-se o Eldorado Business Tower na marginal Pinheiros em São Paulo (56,5% do edifício), a Torre Almirante no Centro do Rio de Janeiro (60% do edifício) e o Brazilian Finance Center na avenida Paulista em São Paulo (60% do edifício).

publicidadeInvista em Fundos Imobiliários com uma das maiores empresas de investimentos do Brasil. saiba mais >

Aesapar (AEFI11): O fundo tem por objetivo a realização de investimentos imobiliários de longo prazo e lugar os empreendimentos para a Anhanguera Educacional, um dos maiores grupos privados de educação do Brasil. O fundo foi constituído com objetivo de levantar capital para a construção de um campus estudantil na cidade de Campinas com capacidade para 7.648 alunos e um campus estudantil na cidade de Cuiabá com capacidade para 5.500 alunos, totalizando 121.435 m² de área total e 31.473 m² de área construída.

Floripa Shopping FII (FLRP11B): O fundo possui 38% do empreendimento imobiliário Florianópolis Shopping Center, integralmente finalizado e destinado à exploração comercial por meio de locação de suas atuais 164 lojas. O fundo conta com garantia de rentabilidade mínima de 0,88% ao mês sobre valor de emissão até o exercício de setembro de 2013, distribuído aos cotistas em outubro de 2013. A garantia de rentabilidade mínima é oferecida pela Plenaventura Participações S.A., uma das empreendedoras do Shopping. O Floripa Shopping Center conta com 27.758 m² de área bruta locável. Entre as lojas âncora estão C&A, Magazine Luiza, Lojas Americanas, Cinemark e Riachuelo.

CSHG Brasil Shopping FII (HGBS11): Administrado pelo Credit Suisse Hedging-Griffo, o fundo imobiliário tem como objetivo comprar participações em vários shopping centers, como o Tivoli Shopping em Santa Bárbara do Oeste (29%), Shopping Center Penha (36,5%), Shopping Parque Dom Pedro (10,8%), Via Parque Shopping (16%), Mooca Plaza Shopping (20%). O fundo detém ainda 50 CRIs (certificados de recebíveis imobiliários) do Shopping Goiabeiras e CRIs conversíveis em 30% do São Bernardo Plaza Shopping.

FII Rio Bravo Renda Corporativa (FFCI11): O fundo (anteriormente chamado Fundo Financial Center de Investimento Imobiliário) captou, em agosto de 1999, recursos que foram suficientes para adquirir seis andares (os três primeiros e os três últimos) do Edifício JK Financial Center, um moderno edifício comercial “triple A” construído pela Cyrela na esquina da Av. Juscelino Kubitschek com Rua Bandeira Paulista, em São Paulo. Atualmente o fundo ainda é dono do oitavo andar do Jatobá Green Building, de 6,81% do Edifício Parque Paulista, de 5,72% do edifício New Century e de 3,94% do edifício Cetenco Plaza Torre Norte, todos em São Paulo.

West Plaza (WPLZ11B): O FII Shopping West Plaza é proprietário de 30% de um dos mais tradicionais shoppings da zona oeste de São Paulo, o West Plaza. Inaugurado em 1991, o shopping tem 270 lojas, além de dois cinemas, com área bruta locável total de 33.886 m². Entre as lojas-âncora, estão C&A, Centauro, Mariza, Magazine Luiza e Renner.

Rio Bravo Crédito Imobiliário (RBVO11): O Fundo tem por objetivo a realização de investimentos em empreendimentos imobiliários, por meio da aquisição preponderantemente de CRIs (certificados de recebíveis imobiliários), mas também LHs (letras hipotecárias), LCIs (letras de crédito imobiliário) e cotas de fundos imobiliários para proporcionar aos cotistas remuneração por meio do fluxo de rendimentos gerado pelos ativos imobiliários e do aumento do valor patrimonial de suas cotas.

Campus Faria Lima FII (FCFL11B): O Fundo detém 100% do imóvel localizado na Vila Olímpia, em São Paulo. O prédio está em expansão para aumentar em 96% sua área útil, dos atuais 10.000 m² para 19.676 m². Desse total, 17.919,93 m² já estão pré-locados para o grupo de educação Insper, o Itaú Unibanco e a Estapar Estacionamentos. A área remanescente encontra-se em fase de negociação. Ela trará novos espaços para salas de aula, centros de pesquisa, área de convivência, ampliação da biblioteca, praça de alimentação e ainda prevê a oferta de salas comerciais de alto padrão no mercado.

FII Mercantil do Brasil (MBRF11): O Fundo de Investimento Imobiliário Mercantil do Brasil é proprietário do Edifício Vicente de Araújo, sede do Banco Mercantil do Brasil, em Belo Horizonte. O fundo ainda detém o complexo da Tecnologia, um conjunto de imóveis que compõem as atividades de tecnologia do Banco Mercantil, além da agência bancária Rio Branco, também em Belo Horizonte.

CSHG Real State (HGRE11): O fundo é lastreado em 25 empreendimentos com 134,4 mil m² de área privativa e 84 contratos de locação (todos locados). Adicionalmente, o fundo não possui inquilino com mais de 11% da receita total do fundo, ou seja, possui baixa concentração.

Polo CRI (PORD11): O portfólio do fundo é primordialmente alocado em cotas sêniores de CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) lastreados em recebíveis imobiliários pulverizados.

Almirante Barroso (FAMB11B): O fundo é lastreado em um imóvel triplo A localizado no centro do Rio de Janeiro e é locado para a CEF (Caixa Econômica Federal) com preço do m² defasado em relação aos seus pares.


Corretora recomendou 12 fundos imobiliários para maio (Getty Images)
Corretora recomendou 12 fundos imobiliários para maio (Getty Images)

 
 

 
 

Deixe seu comentário